Saúde

Tudo o que você precisa saber sobre artrose

Conforme os anos passam, é muito comum sentir algum desgaste físico no corpo, ou até mesmo devido ao uso excessivo das articulações, é muito comum que um desgaste aconteça.

A artrose é uma doença bastante difundida na sociedade, principalmente nos idosos, que naturalmente, são pessoas que tiveram um desgaste maior das articulações justamente por conta do estilo de vida.

Neste artigo, eu compilei para você algumas informações que vão ajudá-lo a entender mais sobre como funciona essa doença que é tão conhecida na nossa sociedade.

O QUE É A ARTROSE?

A artrose é uma doença que incide sobre as nossas articulações, é comumente conhecida também como “osteoartrite”. É uma doença que consiste no desgaste da cartilagem que está envolvida nas extremidades ósseas e que pode afetar diretamente os ligamentos, o líquido sinovial e a membrana sinovial, que são os componentes articulares, ou seja, os componentes que fazem parte das nossas articulações.

A cartilagem é um músculo responsável pela permissão do deslizamento entre dois ossos em um movimento articulatório. O desgaste que podem acontecer nessa cartilagem promove dores, limitação dos movimentos que seriam considerados como naturais dessa articulação, além disso, existe a possibilidade de inchaços no local da dor.

Levando em consideração os sintomas e os registros que existem atualmente da doença, as partes do nosso corpo que mais são afetadas pela artrose são: coluna, mãos, quadril e os joelhos. Caso sinta algum tipo de incomodo nessa região, é muito importante que você procure um médico para um diagnóstico mais preciso, evitando assim, que a situação se agrave com o tempo.

TIPOS E CAUSAS DA ARTROSE

Atualmente, existem dois tipos de artrose: a artrose primária e a artrose secundária. A causa da artrose primária normalmente tem relação com o excesso de uso de uma articulação, ou com o envelhecimento, que no caso, é considerado como sendo um desgaste natural e não por esforço excessivo da articulação em questão.

Ao esforçar demais uma articulação, e fazer esse esforço excessivo por um tempo considerável, o líquido sinovial (se trata de um fluido presente nas articulações) sofre uma espécie de degeneração, assim como a cartilagem que o envolve. Em casos extremos, há perda total do tecido cartilaginoso, fazendo com que o paciente que sofre com a doença sinta muitas dores na região e acabe tendo os seus movimentos limitados, justamente pelo fato de que os ossos sofrerão um atrito direto sem qualquer espécie de lubrificação.

Uma outra causa para a doença, são as classificações em torno das articulações que formam os osteófitos, chamados de “bicos de papagaio”, localizadas na região da coluna.

A artrose secundária tem como sua principal causa outras doenças ou condições que foram previamente diagnosticadas no paciente em questão, como por exemplo: obesidade, a artrite, reumatóide, gota, diabetes, distúrbios hormonais, trauma repetido e até mesmo o fato do paciente ter se submetido a cirurgias nas articulações aonde se encontra o incomodo causado pela artrose secundária recém diagnosticada.

PRINCIPAIS SINTOMAS DA ARTROSE

Como a artrose se trata de uma doença que ocorre apenas nas articulações, os seus principais sintomas são sentidos pelo paciente nessas regiões. Segue abaixo alguns exemplos:

  • Dores nas articulações que tendem a piorar no final do dia, normalmente devido ao cansaço do corpo;
  • Calor, inchaço, rangidos e movimentos articulares limitados;
  • Após longos períodos de inatividade, o paciente em questão pode sofrer com uma espécie de rigidez na articulação;
  • Os famosos “bicos de papagaio”na região da coluna, podem causar ao paciente dores, formigamento e dormência nos membros inferiores e superiores;
  • Dor no pescoço, no dorso e na região lombar são causadas da artrose da coluna vertebral;
  • Nódulos rígidos podem aparecer nas pequenas articulações dos dedos das mãos e causar deformações, o que no caso auxiliaria no diagnóstico da artrose em si.

COMO FUNCIONA O TRATAMENTO?

Infelizmente, a medicina atual não conseguiu encontrar uma cura para a artrose, o tratamento naturalmente tem como finalidade apenas melhorar as dores e otimizar as funções articulares.

A administração de analgésicos é indicada para aliviar as dores, porém, não reduzem a inflamação nas articulações. Esses medicamentos, costumam mostrar sua eficácia contra dores leves ou moderadas.

Espero que esse post tenha sanado alguma de suas dúvidas. Mas, é sempre importante lembrar que a opinião de um profissional médico é fundamental.

Sobre a autora

Patrícia Andrades

Patrícia Andrades

Olá, meu nome é Patrícia Andrades, adoro moda e trabalho em uma empresa como administradora. Nas horas vagas, gosto de escrever no meu blog!

Sempre tive muita dificuldade em perder peso desde criança. Quando aos 27, decidi dar a volta por cima e começar minha transformação. Hoje eu ajudo centenas de milhares de mulheres a atingirem mais qualidade de vida!

Deixe um comentário