Saúde

Tipos de tratamentos de Catarata


Estou com catarata! O que fazer? Tipos e tratamentos da catarata

Existem várias doenças oculares, dentre elas está a catarata, responsável por mais de 47% das causas de cegueira em todo o mundo.

A catarata surge de forma sutil, porém, ao se desenvolver, afeta a visão de forma drástica, quando não tratada, pode levar a cegueira, porém, mesmo em casos graves, é possível reverter com uma cirurgia de catarata.

Este artigo visa te informar a respeito dos tipos de catarata e seus sintomas para que você possa identificá-los e tratar a doença.

Quais são os tipos de catarata?

Diferente do que muitos pensam, a catarata não é uma doença que acomete apenas às pessoas idosas, de modo geral, a catarata surge por volta dos 45 anos.

Mesmo assim, existem casos de catarata precoce em crianças e jovens adultos.

Confira abaixo quais são os tipos de catarata.

Catarata Congênita

A catarata congênita é mais comum em mulheres grávidas e em alguns casos também atinge o bebê em gestação, como uma infecção.

Além disso, o consumo exagerado de álcool, drogas e tabaco durante a gestação também pode causar a diabete congênita, tanto na mãe quanto no bebê.

Catarata Traumática

A catarata traumática pode surgir em qualquer pessoa, pois, é causada por fatores externos ao organismo, geralmente causada por um trauma ou lesão na região dos olhos.

Na maioria dos casos, a catarata traumática afeta apenas um dos olhos e os sintomas não aparecem no momento da lesão, em alguns casos, a doença surge décadas após a lesão.

Catarata associada à diabetes

A diabetes cria uma predisposição para que a pessoa desenvolva um tipo de catarata.

Isso ocorre quando a glicose do sangue está fora de controle, atingindo picos altos frequentemente, o que afeta diretamente as proteínas da lente natural do olho, o cristalino.

Além da catarata, a diabetes descontrolada também pode causar miopia transitória.

Catarata causada por medicamentos

Quase todos os medicamentos podem causar efeitos colaterais no nosso organismo, alguns destes efeitos podem ser acometidos aos olhos, como o desgaste do cristalino, o que causa aversão à luz (fotofobia).

O uso de medicamentos que contêm corticoides por um longo período pode causar o surgimento da catarata.

Por isto, o uso destes tipos de medicamentos por um longo período devem ser sob acompanhamento médico.

Quais são os sintomas da catarata?

Existem vários sintomas de catarata, confira os mais comuns abaixo:

  • Diminuição dos detalhes na visão;
  • Visão esfumaçada ou nublada;
  • Fotofobia (sensibilidade a luz);
  • Menor percepção de cores;
  • Necessidade frequente em trocar o grau dos óculos e lentes de contato.

Como prevenir a catarata?

Existem algumas formas de evitar o surgimento e o desenvolvimento da catarata, confira alguns deles abaixo.

  • Usar óculos de sol com proteção UV e UVB;
  • Manter a diabetes sob controle;
  • Manter uma dieta saudável;
  • Evitar o consumo excessivo de álcool;
  • Evitar o uso de cigarros;
  • Não utilizar medicamentos que contenham corticoide sem acompanhamento médico;
  • Consultar um oftalmologista ao menos uma vez por ano.

Quais são os tratamentos para catarata?

Não existe um tratamento eficaz para a catarata, é necessário fazer uma cirurgia com um médico especializado em oftalmologia.

A cirurgia consiste em remover o cristalino e substituí-lo por uma lente de contato artificial permanente.

A cirurgia de catarata não exige internação, ou seja, a anestesia é apenas local e o paciente recebe alta no mesmo dia.

Cirurgia

A cirurgia pode remover a catarata, prevenir a necessidade de futuras operações de catarata e corrigir a miopia (miopia), hipermetropia, visão dupla e astigmatismo. É um procedimento rápido, simples e indolor com tempo mínimo de recuperação e resultados duradouros e permanentes. 

O implante de lente intraocular (IOL) multifocal HD reorienta a luz na parte posterior da retina, garantindo que você tenha uma visão clara a qualquer distância, durante qualquer atividade e não precisa mais depender de óculos ou lentes de contato. A lente intraocular não requer manutenção ou manutenção e durará para sempre.

A cirurgia pode melhorar drasticamente a qualidade de vida das pessoas, ajudá-las a recuperar a confiança e a manter a sua independência. Pode não só melhorar a sua visão, mas também restaurar a sua percepção de cor e profundidade. 

Muitos de nós não percebemos que nossa visão enfraquece com o tempo, porque é tão gradual, mas nossos mais recentes ultrassons e máquinas assistidas a laser nos permitem oferecer um tratamento inovador para qualquer pessoa que busca melhorar sua visão e podem ajudá-lo a aproveitar ao máximo os belo mundo ao nosso redor.

Aqui estão algumas coisas que você pode esperar da cirurgia de catarata.

  • Uma semana ou mais antes da cirurgia, um teste de ultrassom medirá o tamanho e a forma do olho. Isso ajuda a determinar que tipo de LIO será inserido posteriormente e se tornará uma parte permanente do olho.
  • As LIOs podem vir com recursos diferentes, como bloquear a luz ultravioleta ou ser monofocal ou bifocal por natureza. Outros corrigem o astigmatismo. Um oftalmologista irá discutir qual tipo de lente é melhor.
  • Os colírios de medicamentos podem ser prescritos antes da cirurgia para reduzir o risco de infecções oculares. 
  • Os pacientes podem precisar parar de tomar certos medicamentos antes da cirurgia, principalmente se eles puderem aumentar o risco de sangramento. Além disso, os médicos podem aconselhar os pacientes a evitar alimentos sólidos várias horas antes da cirurgia e evitar beber álcool no dia anterior.
  • Você estará acordado para o procedimento, mas seu olho ficará anestesiado e você não poderá ver o que o cirurgião está fazendo. Alguns médicos fornecem um sedativo para ajudar no relaxamento.
  • Normalmente, a cirurgia é um procedimento ambulatorial, o que significa que você poderá voltar para casa no mesmo dia. No entanto, você não poderá dirigir, portanto, providencie o transporte. Em alguns procedimentos, você pode deixar o hospital no mesmo dia e retornar ao trabalho dentro de um a dois dias da operação, dependendo do seu trabalho. É um procedimento rápido e descomplicado.

Novas pesquisas podem revolucionar o tratamento da catarata

Especialistas oculares líderes mundiais fizeram uma descoberta que pode potencialmente mudar a forma como a catarata é tratada – com potencial para terapia medicamentosa para substituir a cirurgia.

Uma pesquisa anterior descobriu que a catarata é responsável por quase metade dos casos globais de cegueira.

Uma catarata significativamente desenvolvida atualmente só pode ser tratada por um procedimento cirúrgico para remover o cristalino turvo e inserir um substituto artificial.

Uma equipe de cientistas internacionais, da Anglia Ruskin University (ARU), publicou uma pesquisa que mostra que a ótica sofisticada das lentes se desenvolve muito mais cedo na gestação do que se pensava ser possível. Eles também descobriram como uma proteína específica (aquaporina) responsável pela passagem da água no cristalino interrompe o desenvolvimento óptico, levando à formação de catarata.

Os cientistas passaram mais de uma década realizando as medições mais precisas na ótica das lentes, o maior e mais poderoso síncrotron do mundo, no Japão.

O síncrotron é um acelerador de partículas que produz raios X poderosos, acelerando os elétrons à velocidade da luz. Os raios X permitem que as medições sejam feitas com a maior precisão ainda nas propriedades ópticas do olho.

As descobertas indicam o papel das proteínas aquaporina e a importância crucial disso para que a lente funcione corretamente e o olho veja com clareza

Outras pesquisas nesta área estão planejadas, mas esta descoberta, junto com a pesquisa em nanotecnologias que indicam que a terapia medicamentosa para a catarata é possível, pode revolucionar a forma como a catarata é tratada, abrindo o campo para a terapia medicamentosa em vez da cirurgia. Isso teria implicações estimulantes para a saúde pública. 

Conclusão

A catarata é uma das doenças oculares mais comuns em todo o mundo, sendo responsável por 47% das causas de cegueira.

Prevenir o surgimento e o desenvolvimento da catarata é fundamental para manter a doença controlada.

Esperamos que você tenha encontrado as informações que precisa neste artigo, não deixe de compartilhá-lo em suas redes sociais.

Sobre a autora

Patrícia Andrades

Patrícia Andrades

Olá, meu nome é Patrícia Andrades, adoro moda e trabalho em uma empresa como administradora. Nas horas vagas, gosto de escrever no meu blog!

Sempre tive muita dificuldade em perder peso desde criança. Quando aos 27, decidi dar a volta por cima e começar minha transformação. Hoje eu ajudo centenas de milhares de mulheres a atingirem mais qualidade de vida!

Deixe um comentário

/* ]]> */